HISTÓRIA

NEGRO SIM, ESCRAVO NÃO! – “VIDAS NEGRAS IMPORTAM”.

No ultimo 5 de julho, poucas horas antes do início do Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1, corrida de estreia da temporada 2020, o britânico Lewis Hamilton, seguido por outros pilotos e membros de equipes, promoveram um ato onde denunciaram e conclamaram as pessoas sobre a necessidade de reflexão e atos contra o racismo e a violência racial o mundo.

Tal ato é a continuidade de uma campanha “Vidas Negras Importam”, desencadeada em todo o mundo a partir do absurdo caso George Floyd, cruel e absurdamente morto em desastrada ação policial na cidade de Minneapolis, no estado do Minnesota, EUA.

A luta contra o racismo, a violência e a discriminação racial no Brasil, teve em Valdon Varjão um dos primeiros e mais atuantes apoiadores. Das tribunas das casas parlamentares onde passou, seja Câmara Municipal de Barra do Garças, Assembleia Legislativa do Mato Gross, Câmara dos Deputados e do Senado Federal, Valdon sempre denunciou a injustiça e as desigualdades decorrentes da discriminação e do preconceito racial.

Valdon Varjão, no Senado Federal

Ao me debruçar sobre farto material da vida privada e pública de Valdon Varjão, a cada análise e leitura passo a admirar mais esse brasileiro que, aos quatro anos de idade deixou a terra natal, fugindo da seca, em busca de esperança de vida melhor, acompanhando os pais para o interior “mais interior” do Brasil, em Goiás, na fronteira com o mato Grosso, região inóspita e difícil, onde vivia-se a ilusão do sonho da riqueza rápida – não fácil, segundo o próprio Valdon escreveu -, através do garimpo de diamantes no Rio Araguaia e afluentes.

Filho de pais pobres, muito jovem ficou órfão de pai e mãe, mas sempre buscou de maneira obstinada, com muito trabalho, honradez e honestidade alcançar um patamar na vida que pudesse se sobressair das dificuldades que o povo de sua época vivia.

O menino órfão que, um dia saiu da pequena Baliza, passou por Araguaiana, Barra do Garças, foi secretário municipal (à época, uma espécie de braço direito do prefeito), vereador, Presidente da Câmara, prefeito de Barra do Garças, deputado estadual, deputado federal e senador da república.

No Senado Federal, seu discurso de estreia na casa, proferido da tribuna, foi considerado um dos pronunciamentos mais importantes e marcantes de sua carreira, e trazia o título “Negro Sim, Escravo Não!”.

Trata-se de um documento histórico, pois pela primeira vez, segundo estudos, um senador da república abordou de forma tão contundente, direta e clara a discriminação racial, diretamente da tribuna, dirigido aos seus pares e por conseguinte, a quem eles representavam. No ano de 1980, ocorreram as comemorações do 92º aniversário da Lei Áurea.

Para Valdon Varjão, sempre seja em seu dia a dia ou na tribuna do Senado Federal, vidas negras sempre importaram.

Brevemente, publicaremos matéria especial sobre este célebre discurso, bem como detalhes da trajetória do notável Valdon Varjão.

Total Views: 127 ,